BARCELONA, HOMENAGEM A FERRER, ASCASO E DURRUTI

“Este ano de 2011 a homenagem a Francisco Ferrer i Guardia, Buenaventura Durruti e Francisco Ascaso no cemitério de Montjuic foi celebrada de maneira muito diferente dos anos anteriores, ainda que, como sempre, ressaltou a fraternidade entre os assistentes... A nossa querida amiga Elisabet Gimeno (soprano) cantou: Las horas de la vida, canção sefardita; Seguidillas del Requiem Eternam, de Fernando Sor (letra humorística anti-clerical); Anda jaleo (harmonização de Federico García Lorca). Esta última cantava-se nas frentes de guerra da República. Acompanhou no seu delicado e escolhido canto o conhecido guitarrista José Uribe. A nossa sorpresa foi grande e agradável ao escutá-los tão chegados a esta homenagem.” (Joaquina Dorado, A Batalha, Lisboa, nº 247,Ano XXXVIII).